Category Archive for "Saúde" | Cheia de Charme

Skip to Content

category

Category: Saúde

post

Emagreça com saúde: A importância do autocontrole na dieta

O sucesso de qualquer dieta depende de uma única coisa: o autocontrole.

A força de vontade, sempre muito bem lembrada, é o passo inicial, mas o autocontrole é o que vai manter a estabilidade e não vai deixar você desistir e a dieta desandar.

Aprender a se controlar é muito difícil. Os hábitos precisam mudar, a rotina precisa ser transformada e adaptada a essa nova forma de comer e de pensar a comida.

Com a correria do dia-a-dia, a ansiedade é um fator que dificulta ainda mais, mas isso não é motivo para desistir. É importante encontrar soluções para cada situação. Comida é sinônimo de confraternização e socialização. Deixar de comer seria uma boa saída? É claro que não. Fugir da comida não é uma boa opção, afinal ela é uma necessidade, por isso é imprescindível aprender a se controlar para saber dizer não na hora certa.

Entender melhor o que é o autocontrole pode ajudar na luta contra a impulsividade e contra os consequentes arrependimentos, todos resultantes de atitudes descontroladas. Saber o que é autocontrole também ajuda a nos conhecer e a nos entender melhor, por isso construí esse post com base em pesquisas sobre o assunto e espero poder ajudar vocês!

O que é o autocontrole: “é a preferência por uma recompensa maior que ocorrerá no futuro, ao invés de uma recompensa menor que está disponível no presente. Esta definição parece útil, pois retrata bem o que pode ser entendido como autocontrole no cotidiano. Por exemplo, eu digo que tenho autocontrole quando resisto a um belo pedaço de bolo de chocolate. Em outras palavras, estou optando por ser paquerado na praia durante o verão e talvez até arrumar um casamento (um reforçador de maior magnitude e mais atrasado), ao invés de comer um pedaço de bolo que logo será esquecido (um reforçador menor e imediato)”.

No caso, a recompensa de um emagrecimento saudável pode variar de pessoa para pessoa: saúde, elevação da auto-estima, ter menos dificuldade para encontrar roupas, etc. A dieta é um investimento para uma vida mais saudável no futuro.

É difícil ter paciência e não desistir, especialmente quando o processo é lento, mas é uma questão de tempo. Pense: você se esforça agora e quando você menos esperar irá começar a ver e sentir os benefícios, então esse esforço se tornará hábito.

O autocontrole também é importante e decisivo em outras situações, como quando se trata de economia. Como exemplo: você quer comprar um carro, mas compra inúmeras peças de roupa a cada nova estação. Você terá que optar entre seguir comprando todas aquelas roupas ou optar por comprar menos e assim economizar para comprar seu carro.

Aprender a se autocontrolar pode trazer benefícios inúmeros para a sua vida. Reflita sobre isso, principalmente se estiver pensando realmente em emagrecer.

Não esqueça que as alternativas estão aí. Se informe e busque o equilíbrio, então a recompensa virá ;)

Fonte da pesquisa: http://www.psicologiaeciencia.com.br/autocontrole-voce-pode-ter/
Ilustrações: http://www.lichtensteinfoundation.org

post

Dicas do que NÃO fazer para emagrecer

A idéia do blog não é estimular as fofinhas a emagrecer e sim a se amar, mas o fato é que nesse inverno eu acabei engordando, então iniciei uma dieta nessa semana e decidi falar sobre no blog. Voltei a cuidar do meu peso, pela minha saúde e também pelo fato de ter notado que essa engordadinha impediu que aquela calça jeans que eu adoro entrasse.

Sempre fui fofinha. Na infância iniciei uma reeducação alimentar com uma nutricionista e desde então já perdi as contas de quantas receberam a minha visita (mais de 5, com certeza).

Dou graças de ter tido a chance de ter feito essa reeducação alimentar com uma profissional. Com ela aprendi a gostar de frutas e legumes e a compreender melhor como funciona o meu organismo e como cuidar melhor do meu corpo.

A verdade é que é muito fácil falar, mas a distância entre SABER o que fazer e FAZER é bem grande. É preciso definir um objetivo e ter muita paciência e força de vontade para alcançá-lo.

Diante desses mais de 10 anos enfrentando o problema do meu sobrepeso, sigo sendo fofinha e nenhuma dieta foi totalmente bem sucedida, pois não consegui me manter firme e forte depois de cada quilo perdido.

Diante disso, resolvi dar dicas do que NÃO fazer quando se quer emagrecer, porque disso eu entendo muito bem diante de tantos casos mal sucedidos.

Também pelo fato de eu enfrentar tamanha dificuldade em emagrecer, passei a me aceitar melhor e a parar de sofrer tanto, ou seja, conheci a felicidade quando passei a me aceitar e amar, mesmo diante das minhas imperfeições.

A coisa mais importante que aprendi comigo mesma foi: Você não precisa perder peso para se amar. Você precisa se amar para perder peso.

Agora vamos as dicas do que não fazer:

1. Pare de inventar desculpas. É de família? Você não tem tempo para se exercitar? Você não tem dinheiro? Chega de inventar desculpas. Comer é uma necessidade vital e você TEM que comer. Mude sua forma de se alimentar. A sua genética não te obrigada a comer frituras. Você pode emagrecer sem fazer exercícios (leva mais tempo, mas é tranquilamente possível). Você não precisa investir em suplementos e alimentos caros, basta diminuir a quantidade. Isso tudo é DESCULPA ESFARRAPADA. ENGULA O CHORO, LEVANTE A CABEÇA E TENHA FORÇA DE VONTADE.

2. Dietas milagrosas. Aceite que, quando se trata de dieta, NÃO EXISTE MILAGRE.Fazendo dietas loucas você perde peso na base da carência (seja de doces, gorduras, etc) daí o seu corpo enlouquece e pede pelo que está faltando. No fim, você não consegue lutar contra, se rende, come que nem uma louca  e engorda tudo de novo – e mais um pouco.

3. Ficar horas sem comer.A sua cabeça vai doer, o seu estômago vai começar a reclamar e se você persistir fazendo isso por dias você terá um novo problema além dos quilos a mais: uma bela gastrite que terá de ser tratada e isso poderá arruinar a sua dieta.

4. Fazer dieta por conta. Se você não sabe qual a diferença entre proteína e carboidrato nem pense em iniciar uma dieta. Informe-se! Vá além de cardápios prontos em revistas de dietas “Perca 5 kilos em uma semana”. Quando você for a uma nutricionista e aprender sobre as funções dos alimentos, reconhecendo cada grupo, você entenderá o porquê daquela dieta da revista ser tão promissora e poderá repensar se ela é válida e saudável, o que na maioria das vezes não é.

5. Fazer a dieta da melancia, da sopa, do chocolate, do… não sobrecarregue seu organismo com uma só coisa. Você vai enjoar, vai sentir falta dos demais alimentos e ainda  pode se intoxicar e ter até alergia se ingerir somente um alimento com muita frequência. Fato: Tenho uma amiga que fez a dieta da melancia e ficou com alergia a melancia, pois a alimentação era praticamente na base dessa fruta. Se eu tivesse que ficar o resto da vida sem comer melancia por causa de uma dieta mal equilibrada eu entraria em depressão (amo melancia ♥). Então CUIDADO COM OS EXAGEROS. Lembre-se: remédio na dose errada por se tornar um veneno. O mesmo funciona para as dietas. A idéia é equilibrar.

6. Comer muito. É possível sim comer muito em uma dieta. Você se entope de salada porque “não engorda” e o seu estômago segue dilatando. Com o estômago dilatado, você vai sentir ainda mais fome. Além da sua cabecinha, o seu estômago também precisa ser reeducado. Coma menos e com mais frequência. No começo é mais difícil, mas depois que seu estomago diminuir você vai se sentir saciada comendo menos e seguir com a dieta vai ser ainda mais fácil ;)

7. Você emagreceu? A luta não terminou. Agora vem a parte mais difícil e é nesse nível que quero chegar um dia: MANTER. Você até pode perder aqueles 5 kilos da dieta da revista, mas para voltar a ganhá-los vai ser tão fácil que num piscar de olhos sua calça não estará mais entrando de novo! Que merda, hein? Pois é, meu bem. A dieta pode não ser eterna, mas o cuidado com o que você ingere e o quanto você ingere terá de ser eterno, então você terá a árdua tarefa de encontrar o equilíbrio do seu corpo (quantas calorias diárias você pode ingerir sem medo de engordar? Isso pode variar de pessoa para pessoa, conforme o metabolismo, estilo de vida, etc) e aí o papel da nutricionista se torna ainda mais importante. Com o acompanhamento, se você der uma engordadinha, ela vai saber te dizer onde exatamente você errou e, dessa forma, ela poderá responder as duas dúvidas e ajudar na manutenção do seu peso.

Espero que tenham curtido as dicas. Todas foram baseadas nas minhas experiências e agora vou dar um jeito de colocá-las em prática também. Falar é fácil, quero ver FAZER!

Beijos, fofinhas ;*

post

Minha primeira aula de Dança de Salão

Sempre quis aprender a dançar com outra pessoa. Quando criança fiz ballet, jazz, etc… danças que exigiam apenas a sincronia com a menina ao lado e dificilmente o passo dela influenciava no meu.

Dançar a dois exige paciência. Especialmente se você for mulher e resolveu ir com o seu amado fazer umas aulinhas ;)

Todas sabemos que o rebolado é algo que acontece naturalmente quando se é mulher. Caminhamos rebolando, somos incentivadas a dançar desde muito novas, etc. Os homens, no máximo, jogam futebol. E olhe lá! Realmente é mais complicado um homem se jogar na dança.

De qualquer forma, nós mulheres que gostamos dançar, sabemos o quanto é bom poder dançar com um homem que nos pegue firme e nos conduza pelo salão! Não?

Por isso, eu e meu amado decidimos entrar nessa e fazer um belo de um curso. Eu, com meu simples conhecimento nos passinhos básicos, e ele, que nunca dançou antes.

A dança de salão é uma atividade que, além de saudável, é super divertida.

Se você for dançar com seu parceiro, você descobrirá como é importante poder contar com o outro. A dança não deixa de ser uma forma de parceria. Uma parceria que exige atenção, confiança, paciência e cumplicidade entre o casal. Se o casal estiver unido, suas  habilidades serão melhor  desenvolvidas a cada nova aula.

Se você for sozinha, isso  pode ser tão bom quanto! O fato de poder aprender, interagir e se divertir com pessoas que estão buscando o mesmo que você é maravilhoso. Esse prazer que a dança proporciona não tem preço!

É isso meninas! Eu aconselho a dança de salão para TODAS! Solteiras, casadas, jovens, maduras, preguiçosas, duronas…

A dança de salão é, antes de tudo, um exercício para a mente e, no caso das enamoradas, também é um exercício para a relação que você tem com o seu parceiro! A dança desperta a cumplicidade, fortalece a confiança (em você mesma e no seu parceiro), relaxa, diverte e é extremamente prazerosa!

Na foto desse post está meu professor de dança de salão, o Marcos Meira, que dá aula há 10 anos na escola de dança Cadica.

Beijos lindonas e vamos dançar!

post

Minha primeira aula de dança do ventre – Estúdio Mahaila Diluzz

Ontem tive a minha primeira aula de dança do ventre!

Nesse novo ano pretendo voltar a me movimentar. Pela minha saúde física e mental, comecei a dança do ventre, estarei fazendo aula de hidroginástica e dança de salão. Chega de mordomia!

A correria do dia-a-dia era um motivo para não me exercitar, mas o exercício traz mais energia. Dedicando um pouco do meu tempo ao exercício, vou ter mais tempo para aguentar essa rotina louca de trabalho, estudos e hobbys (entre eles o blog, que não deixa de ser uma baita responsabilidade).

Aos poucos vou contando por aqui o que anda acontecendo, mas hoje eu quero falar da minha primeira aula de dança do ventre ;)

A profe Mahaila (foto ao lado) é um amor de pessoa, dança que é uma loucura, é linda e super atenciosa. O principal estou tendo: um apoio de uma profeissional. No primeiro bate-papo que tive com a Mahaila, ela me contou que ama dança, que não consegue ficar um dia sem dançar. Depois dessa aula eu acredito!

Além de ser uma dança sensual e super feminina, de ser um excelente exercício para o corpo e para a mente, a dança  do ventre eleva a auto-estima! Essa é uma maravilha que não tem preço.

Há anos eu pensava na possibilidade de fazer dança do ventre. Sempre amei dançar. Desde criança fui incentivada. Fiz anos de ballet e jazz, mas depois que a faculdade começou, larguei tudo e só fiquei nas aulinhas de inglês. Estou tão feliz em poder voltar a dançar ;D

Lógico que estou meia dura ainda. Não tem como sair dançando bem na primeira aula, né? É um aprendizado a cada novo encontro e notei que a prática leva a perfeição, basta ver a profe dançando!

Para quem quiser conhecer um pouco mais da Mahaila, clique aqui para acessar o blog dela ou sigam ela no twitter @mahailamaryk.

Beijos lindonas!