Cremes anti-idade: Você usa? Funcionam?

Hoje preciso contar com a ajuda de vocês para melhorar as informações desse post, pois sei que muitas de vocês já passaram dos 25 aninhos, idade em que é recomendado iniciar o uso de cremes anti-idade.

Claro que para cuidar da pele não tem idade. Até os 25 anos, o protetor solar é indispensável e um bom hidratante pode fazer toda diferença no aspecto e na saúde de nossa pele. Mas o papo aqui é outro, vai além dos cuidados básicos que precisamos tomar sempre. Independente da idade, hoje o papo ultrapassa a linha dos 25 anos.

Por que 25 anos? Me perguntei e busquei pela resposta. Aos 25 anos é quando há aumento da degradação das fibras de colágeno e elastina. Para investir em cuidados mais intensos, busque produtos que contenham alguns princípios como o alfa-hidroxiácido, do ácido ferúlico e da vitamina C.

Os cremes mais potentes são à base de ácido retinóico ou derivados. Mas cuidado! Eles possuem alto índice de irritabilidade e são fotossensibilizantes, ou seja, você não poderá se expor ao sol.

Para saber o que melhor se adequa ao seu tipo de pele e a sua idade, vá um dermatologista. Muitos deles indicam produtos manipulados, o que além de ser mais econômico, será específico para o que você deseja.

Acho que é muito difícil notar os resultados quando o creme promete diminuir ou disfarçar as rugas e linhas de expressão. O que eu noto é que a pele se mantém hidratada, mas ainda, entre os poucos os cremes que usei até hoje, não notei nada além disso. Meus primeiros cremes anti-idade foram da linha Youth Code da Loreal.

Atualmente, me preocupo mais em lembrar de passar o protetor solar e o hidratante todo dia, do que com cremes anti-idade. Faz tempo que não vou numa dermatologista, e esse é um passo que vou dar em breve para receber uma orientação profissional sobre o que é melhor para a minha pele.

Falei que precisava da ajuda de vocês, justamente para saber se vocês usam algum creme anti-idade. Se sim, qual creme você usa? Você sente que ele realmente cumpre o que promete? De que forma você nota os resultados?

Beijos!

6 thoughts on “Cremes anti-idade: Você usa? Funcionam?

  1. Uso cremes anti-idade há 3 anos e, sinceramente, não noto diferença na diminuição na linhas de expressão, mesmo as mais finas. A melhora na hidratação é evidente, mas apenas isto.
    Gostei da sua matéria, porque me pareceu verdadeira, passeando pela blogosfera vejo resenhas sobre determinados cremes com frases como “o melhor creme que vi” até “minha mãe testou e comprovou mudança significativa na pele”, obviamente que os cremes reagem de maneira diferente em cada pessoa, mas não conheço ninguém que teve resultados surpreendentes apenas com a utilização deste tipo de produtos.
    Ou minha pele não reage aos agentes como nas demais pessoas ou há algum exagero nas opiniões.
    Sei lá, mas se alguém descobriu a fómula maravilhosa que devolva viço, feche os poros, diminuia signifitivamente as linhas de expressão, elasticidade da pele, POR FAVOR, conte !!!!! (kkkkkkkkkkkkk)

    1. Oi Elisabete! Muito obrigada pelo comentário. Sinto o mesmo que tu: “Ou minha pele não reage aos agentes como nas demais pessoas ou há algum exagero nas opiniões.” Por isso abri esse tema por aqui. No fundo a gente sabe que não há como correr contra o tempo, mas há como ter alguns cuidados para estar e parecer saudável, por isso sigo com meu protetor solar, que sei que ajuda a impedir que as manchas apareçam. Não acredito ainda que cremes façam milagres, acredito só ajudam a amenizar temporariamente alguns sinais. O que faz milagre é alimentação saudável e exercício físico, o que exige um esforço bem maior que o de simplesmente passar um creme no rosto, né? Beijos e muito obrigada pela visita e por compartilhar tua experiência! ;*

  2. Bom acho que a genética ajuda muito nesse quesito…na minha família as mulheres tem poucas rugas e raramente usam cremes anti rugas. Minha avó agora aos 78 é que resolveu fazer alguns tratamentos como peeling, etc.
    Eu usava creme jhonsons pele sensivel no corpo e rosto, pq sempre fui alérgica e tenho pele mista, ou seja, quase nada da certo…agora uso Nivea Soft ou a lata azul.

    Pauline to passada, li na blogosfera que o creme de rosto usado pela diva Marilyn Monroe, era nada menos que a eterna latinha azul da Nivea..
    hehe acreditas? Minha bisavó usava o mesmo creminho e a pele era impecavel mesmo com 90 quando faleceu…representava 20 anos menos. ;)
    Ele da impressão de ser oleoso, mas não é.

    Assim que li essa notícia da Marilyn garanti minha latinha azul na Panvel. Melhor prevenir que remediar né ;) rsrsrs

    1. Não sabia dessa, mas confesso que até fiquei com vontade de ir atrás da latinha azul! Não pela Marilyn, mas pela história da tua vó! haha E sim, com certeza isso tem muito a ver com genética. Eu tenho amigas que com 18 anos já estavam com rugas e tenho amigas de 30 que parecem estar com 20. Além da genética, os hábitos alimentares também influenciam nisso, assim como o fato de não ser fumante! Mas hidratar a pele sempre é indicado, seja da face ou do corpo né? Com tantos cremes e tantos milagres que prometem, me pergunto até onde tudo isso é verdade. Beijos, querida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.